«O meu avô consegue voar» por Mandrágora

17 de outubro pelas 21H30

12 de outubro de 2021
O meu avô consegue voar (Mandrágora)
Pelos olhos do pequeno Pedro viajamos à infância das boas memórias, onde o avô era um herói do mar e a avó um mar de carinho. Viajantes nesta história, observamos, com o avô herói que tudo sabe, que trata a onda por tu, que voa mesmo sem capa e nos leva no seu foguetão. Existe um momento na infância em as memórias ficam gravadas no coração com o maior amor que uma criança pode ter e nos moldam para sempre. Este espetáculo é uma viagem, um território, uma casa e um espaço de afetos que nos habita.
CARACTERÍSTICAS
GÉNERO: espetáculo de marionetas
DURAÇÃO: 50 mns
CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: maiores de 4 anos
FICHA ARTÍSTICA:
DIREÇÃO ARTÍSTICA: Filipa Mesquita
TEXTO: Pedro Seromenho
INTERPRETAÇÃO: Filipa Mesquita
DIREÇÃO PLÁSTICA: enVide neFelibata
MARIONETAS: enVide neFelibata, Joana Nogueira e Vânia Kosta
CENOGRAFIA: Joana Nogueira
FIGURINO E ADEREÇOS: Vânia Kosta
MÚSICA CÉNICA: Fernando Mota
DESENHO DE LUZ: César Cardoso
FOTOGRAFIA DE CENA: Margarida Ribeiro
APOIO À CONSTRUÇÃO: Helder Silva
APOIO À PRODUÇÃO: Clara Ribeiro
PRODUÇÃO Teatro e Marionetas de Mandrágora
PARCERIA Município de Braga
APOIO DGArtes , Ministério da Cultura da República Portuguesa

Adicionar comentário