Voltar à primeira página

Prémio Manuel António da Mota

Envelhecer Activamente e Dialogo Intergeracional

30 de outubro de 2012
Tendo em vista o envelhecimento activo e o diálogo intergeracional, a Casa de Giestais, juntamente com a área Cultural da A.T.C. tem vindo a desenvolver um projeto teatral que permite a participação de idosos da da Residência Comunitária Casa de Giestais, de idosos que frequentam o serviço de Centro de Dia, idosos externos, bem como jovens e crianças que pertencem à Casa de Giestais, mais concretamente ao CAT e ao LIJ.
O trabalho desenvolvido, dentro e fora das instalações da A.T.C., resulta num interessante e divertido espectáculo de teatro com o nome de "Crimes exemplares ou nem tanto...", uma adaptação da obra de Max Aub, onde as actrizes demonstram, através de histórias divertidas, os crimes cometidos, chamando-nos assim a atenção para o isolamento e esquecimento de muitos idosos e idosas institucionalizados e, em alguns casos nas suas próprias casas.

Todas as participantes deste projeto tem demonstrado grande entusiasmo e dedicação, apesar da avançada idade em que se encontram, uma vez que todas elas tem mais de oitenta anos.

No passado dia 21 de outubro, foi levada a cena a peça no Centro Cultural e da Juventude da Associação Teatro Construção, que contou com algumas figuras públicas do Distrito, bem como de uma plateia de mais de 250 pessoas.

Em breve apresentarão de novo o espetáculo, uma vez que estão já agendados mais de 30.
"Envelhecer Activamente e Dialogo Intergeracional" aliado ao nosso projeto "Fazer Teatro, Fazer Vida" é o que pretendemos para os nosso idosos e todos aqueles que frequentam a Casa de Giestais.

Adicionar comentário

Menu » Prém. Ma. Ant. Mota
Notícias » Prém. Ma. Ant. Mota
Certificado: n.o 2007/GEP 2970
Certificado: nº 2007/GEP 2970
DIRECÇÃO-GERAL DO EMPREGO E DAS RELAÇÕES DE TRABALHO
Instituto do Emprego e Formação Profissional
Autoridade para as Condições do Trabalho
Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres