Voltar à primeira página

Universidade Sénior

Os alunos da USDD visitam o Museu da Indústria Têxtil

Dia 30 de Janeiro de 2015

3 de fevereiro de 2015
O Concelho de Vila Nova de Famalicão insere-se na região do Vale do Ave, que ficou marcada pela  indústria têxtil, sendo a região mais importante neste setor a nível nacional. 

O Vale Ave constitui uma área fortemente marcada pela indústria têxtil algodoeira, tendo a primeira fábrica têxtil moderna sido fundada em 1845, em Negrelos. Uma das principais razões para o florescimento da indústria na Bacia do Ave está relacionada com o aproveitamento de energia hidráulica para o acionamento das fábricas.
Desde então, a indústria têxtil constitui a sua principal atividade económica – principalmente nos concelhos de Fafe, Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Santo Tirso, e atualmente é a mais importante região têxtil de Portugal.

O Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave foi fundado em 1987 como um projeto de investigação em arqueologia industrial com o objetivo de estudar o processo de industrialização desta região e contribuir para a preservação do seu património industrial.

O Museu desenvolve diversas atividades, tais como visitas guiadas e, para quem está habituado a visitar museus para conhecer e reviver o passado, o Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave, em Vila Nova de Famalicão, ofereceu aos alunos da USDD uma autêntica viagem no tempo, numa jornada que começa com o aparecimento das primeiras máquinas têxteis em Portugal em meados do século XIX, e se prolonga até à realidade dos dias de hoje e àquilo que se prevê para o futuro da indústria têxtil.

Esta visita proporcionou aos alunos seniores uma mais correcta apreensão da história da indústria têxtil portuguesa, um melhor conhecimento da actual realidade industrial do sector e uma melhor noção do potencial que a indústria têxtil tem, nomeadamente na área dos têxteis técnicos e funcionais.

Ao longo da visita os alunos seniores demonstraram bastante interesse nos temas abordados, com observações e informações pertinentes pois muitos deles  têm alguma proximidade com este setor de atividade, pelo passado e experiência profissional.

Tivemos a oportunidade de ver alguns elementos da equipa do Museu a efectuarem demonstrações do trabalho com estas máquinas, mostrando a evolução das técnicas de fiação, tecelagem, entre outras, ao longo dos tempos. Também os alunos da USDD puderam pôr algumas dessas máquinas em funcionamento e trabalhar com as mesmas.

Para muitos dos que fizeram esta visita, foi como que viajar no tempo e recordar os momentos em que também eles trabalharam no sector têxtil. Para os alunos que nunca trabalharam neste sector, esta visita permitiu o convívio entre os alunos e também adquirir algum conhecimento relativamente à indústria têxtil.

É este enriquecimento cultural, interpessoal e social que a USDD procura transmitir todos os dias aos seus alunos.

Adicionar comentário

Receba as nossas novidades

Ao clicar no botão enviar, está a declarar que leu e aceita os termos da Política de Privacidade

Publicações Recentes
Inscrição no Caminho Inglês

2018-02-15 15:52:07

Programa do Caminho Inglês

2018-02-15 15:52:07

Guia Caminho Inglês

2018-02-15 15:52:07

Política de Privacidade

2018-05-22 15:37:22

Guia do Caminho de Roma

2016-11-14 13:14:37

Últimas Notícias
Certificado: n.o 2007/GEP 2970
Certificado: nº 2007/GEP 2970
DIRECÇÃO-GERAL DO EMPREGO E DAS RELAÇÕES DE TRABALHO
Instituto do Emprego e Formação Profissional
Autoridade para as Condições do Trabalho
Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres