Voltar à primeira página

Áreas de Intervenção

As áreas de Intervenção deste Serviço são as seguintes:

  • Fisioterapia pediátrica – Especialidade que utiliza métodos e técnicas próprias para o tratamento das disfunções de recém-nascidos, crianças e adolescentes.
  • Fisioterapia geriátrica e gerontológica – Estuda, previne e trata as disfunções decorrentes do processo de envelhecimento, mediante a administração de condutas fisioterapêuticas, prevenindo problemas funcionais e promovendo a recuperação funcional global de pessoas idosas.
  • Fisioterapia uroginecofuncional – A Fisioterapia aplicada à uroginecologia tem como principal objectivo a prevenção e o tratamento de disfunções urinárias, fecais e sexuais, por meio de recursos diversos, entre eles a reeducação do assoalho pélvico e musculatura acessória, os quais serão submetidos a exercícios de fortalecimento.
  • Fisioterapia neurofuncional – Área da Fisioterapia que visa o estudo, o diagnóstico e tratamento de distúrbios neurológicos que envolvam ou não disfunções motoras, por exemplo: utentes/clientes que sofreram um Acidente vascular encefálico (AVE), Demências, Parkinson, Escoliose Múltipla, etc. A fisioterapia neurofuncional induz acções terapêuticas para a recuperação de funções, entre elas a coordenação motora, a força, o equilíbrio e a coordenação. A nossa terapêutica em Fisioterapia neurológica baseia-se em exercícios que promovam a restauração de funções motoras, de forma a resolver incapacidades/ sequelas motoras e aperfeiçoar padrões motores, com a importante fundamentação nos princípios neurofisiológicos da facilitação neuromuscular proprioceptiva e o método Bobath concept.
  • Fisioterapia traumato-ortopédico-funcional – Estuda, diagnostica e trata as disfunções musculo-esqueléticas, de origem ortopédica ou decorrente de traumatismos, além de doenças de origem reumatológica. Utiliza os recursos terapêuticos para aumentar a capacidade de movimento, estimular a circulação e diminuir as dores de utentes/clientes com fracturas, traumas musculares e entorses.
  • Fisioterapia respiratória – Conjunto de procedimentos fisioterapêuticos que visam melhorar a dinâmica respiratória e a distribuição do ar inalado no pulmão, remover secreções brônquicas, obtendo assim melhor função respiratória. Além das técnicas manuais segundo o método de Postiaux, existem diversos equipamentos que auxiliam na obtenção destes resultados.
  • Fisioterapia desportiva – Actua directamente nas actividades desportivas, na preparação, prevenção e recuperação de lesões no processo de reabilitação de atletas.
  • Fisioterapia manipulativa – A Fisioterapia Manipulativa Músculo-esquelética ou Terapia Manual Ortopédica realizada com base no método de Cyriax, é uma área de especialização da Fisioterapia que lida com o manuseamento de condições neuro-músculo-esqueléticas, baseada no raciocínio clínico, usando abordagens de tratamento altamente específicas incluindo técnicas manuais e exercícios terapêuticos. A Terapia Manual Ortopédica ou Fisioterapia Manipulativa Músculo-esquelética também abrange e é conduzida pelos dados científicos disponíveis, evidência clínica e pelo quadro biopsicosocial de cada utente/cliente.
Menu » Fisioterapia e Reabilitação
Notícias » Fisioterapia e Reabilitação
Certificado: n.o 2007/GEP 2970
Certificado: nº 2007/GEP 2970
DIRECÇÃO-GERAL DO EMPREGO E DAS RELAÇÕES DE TRABALHO
Instituto do Emprego e Formação Profissional
Autoridade para as Condições do Trabalho
Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres