Voltar à primeira página

Guia do Caminho de Finisterra


O Caminho de Finisterra é realizado pelos peregrinos que, depois de chegarem a Santiago de Compostela, pretendem conhecer o “Fim da Terra”, ou como alguns lhe chamam “A Costa da Morte”. No entanto, os motivos que levam os peregrinos a ir a Finisterra são os mais diversos, embora os mais referidos sejam o “queimar” as roupas velhas, num significado de renovação ou de vida nova e por outro lado é o peregrinar até ao final da terra.

Finisterra está situada nos confins do velho continente num dos pontos extremos da Europa, e é considerada uma terra mágica e cheia de tradições. Desde os Celtas que o hábito de peregrinar era um facto e a viagem que diariamente o sol realizava indo de oriente para ocidente e submergindo nas águas do oceano e renascendo no dia seguinte, significava o renascer da vida.

Visitar Finisterra significa chegar ao fim de um caminho de peregrinação, feito por milhares de peregrinos vindos das mais diversas partes do globo, com o intuito de se encontrarem com o renascer da vida, com velhos cultos e com elementos da natureza com a água, o fogo, o sol e as pedras que cristianizados mais tarde, deram origem a santuários como o da Virgem da Barca e o Cristo de Finisterra que fazem parte da Rota Jacobea.

Nos primeiros anos que a A.T.C. organizou este caminho, fazia-o de Finisterra a Santiago, tendo sempre em perspetiva o facto de chegarmos à Catedral de Santiago. No entanto, nas últimas edições, o caminho já está organizado de Santiago a Finisterra tal como a tradição assim indica.
Menu » Caminhos de Santiago
Notícias » Caminhos de Santiago
Certificado: n.o 2007/GEP 2970
Certificado: nº 2007/GEP 2970
DIRECÇÃO-GERAL DO EMPREGO E DAS RELAÇÕES DE TRABALHO
Instituto do Emprego e Formação Profissional
Autoridade para as Condições do Trabalho
Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres